28.8.07

São Paulo sem outdoors


A falta de regulamentação da Comunicação Visual Exterior em São Paulo provocou tal poluição visual na cidade, que a maioria dos paulistanos passou a se sentir incomodada.
Por isso, o atual prefeito apresentou à Câmara dos Vereadores o Projeto de Lei No. 379/06 (em 2006) que propunha a “ordenação dos elementos que compõem a paisagem urbana da cidade”.
O projeto foi aprovado e colocado em ação neste ano de 2007. Foi dado um prazo para que toda comunicação irregular fosse retirada, sob pena de as empresas sofrerem pesadas multas, acrescidas a cada novo dia de exibição irregular.
O resultado mostra uma nova cidade, muito mais bonita, com suas áreas verdes em destaque, as ruas mais limpas, a arquitetura dos velhos casarões antes cobertos por painéis, cartazes, outdoors e placas, sendo reveladas e surpreendendo as pessoas.
A normatização da Comunicação Visual em São Paulo obriga as agências de propaganda e seus fornecedores a cumprirem as determinações da Prefeitura, exercitando sua criatividade e buscando através de nova estética visual a eficiência na comunicação.
Londrina está caminhando a passos largos na direção errada. Se a Prefeitura não agir rapidamente, a cidade estará sofrendo os mesmos impactos negativos da poluição visual de que São Paulo acaba de se livrar.
Ruim para a cidade, ruim para a população.





Um comentário:

vitor colli disse...

Salve Julio E. Bahr,
Quero lhe parabenizar pela brilhante iniciativa.
Cheguei ao seu blog através do blog do amigo Rigon.
Em Maringá tem sido constante o manifesto dos blogueiros
através das mais variadas temáticas que venham denunciar
os diversos descasos presentes no dia-a-dia da Cidade Canção.
Comunicação visual trata-se de uma grande preocupação urbanística.
Amadores têm tomado conta de um negócio que merece muita técnica.
Continue a realização deste trabalho com bastante afinco. Tenho certeza
que Londrina colherá bons frutos e a cidadania agradece.
Grande abraço,

Vitor Colli
vitorcolli@gmail.com
Maringá/PR